Cromeleque e Menir dos Almendres

    

    O Cromeleque e o Menir dos Almendres são dois monumentos megalíticos que estão localizados numa encosta na freguesia de Nossa Senhora de Guadalupe em Évora. O Cromeleque é o monumento megalítico mais relevante da Península Ibérica e um dos mais importantes de toda a Europa, não só pela sua dimensão como pela sua conservação. Em 1974, este monumento, foi classificado como Imóvel de Interesse Público e a sua construção teve várias fases. A primeira fase foi iniciada no final do Sexto Milénio a.C. e a última foi no Terceiro Milénio a.C. Este local possui dois recintos que estão orientados na forma nascente-poente. O mais Antigo está a Oeste e é datado do período Neolítico Antigo Médio e é formado por 24 menires. O recinto a Leste é o mais recente e no qual é constituído por 56 menires e é do período do Neolítico Médio. O Cromeleque dos Almendres foi descoberto por Enrique Leonor Pina em 1964 e, o mesmo, já teve três campanhas para estudos e escavações.

 

Cromeleque dos Almendres

 

     Já o Menir, fica situado a 1,3 km a Nordeste do Cromeleque dos Almendres. Os arqueólogos estão a colocar a hipótese de os dois monumentos estarem relacionados um com o outro. O menir tem a altura de 3,5 metros de altura. É possível realizar visitas a este local e está a ser divulgado pela autarquia local.

 

Menir dos Almendres

 

Antes da sua visita presencial, visite este local virtualmente (necessita instalar o QuickTime Player para puder visualizar) clicando neste link: https://www.360portugal.com/Distritos.QTVR/Evora.VR/Meglithic/Cromeleques/Cromeleque01.html