Parque Natural do Vale do Guadiana

 

 

O Parque Natural do Vale do Guadiana ocupa uma área de 69 600 hectares e foi criado a 18 de Novembro de 1995, segundo Decreto Regulamentar n.º 28/95. A zona de intervenção do Parque Natural do Vale do Guadiana situa-se no Sudeste de Portugal continental, abrangendo parte dos concelhos de Serpa e Mértola, no distrito de Beja, entre os vales dos rios Guadiana e Chança (fronteira espanhola com a Comunidade Autónoma da Andaluzia).                                                

 

Mapa do Vale do Guadiana

 

 

    No que diz respeito à flora, os valores naturais desta região estão estreitamente ligados ao rio Guadiana e ribeiras afluentes, os quais representam, num contexto europeu, uma área privilegiada em endemismos e comunidades biológicas interessantes. Devido às características dos cursos de água deste parque existem unidades floristicas únicas. As espécies que envolvem estes cursos são por exemplo o loendro, a tamargueira e o tamujo. Nas encostas pode-se encontrar o zimbro. A flora do parque é rica em plantas aromáticas e medicinais, como o rosmaninho, alecrim, erva-mursa, murta, orégão, entre outras. De raridades podemos destacar o trevo-de-quatro-folhas-peludo.

 

 Tamujo

 

Relativamente à fauna pode-se dizer que este parque é riquíssimo contendo uma enorme quantidade de espécies, e no que diz respeito à ictofauna é extremamente variada contendo espécies como o saramugo, a boga do Guadiana, o barbo-de-cabeça-pequena, sendo estas espécies endermismos ibéricos restringidos á bacia do Guadiana.

A avifauna constitui um dos grupos mais importantes do Parque Natural do Vale do Guadiana. As aves de presa criam nas fragas que ladeiam as margens dos cursos de água, como é o caso da águia-de-bonelli, do abutre-do-egito e do bufo-real, a maior espécie de mocho da Europa. Também existem a cegonha-preta e uma espécie rara e ameaçada, o francelho-das-torres.

Dentro do grupo dos mamíferos, são de realçar a população de lontras, e o morcego-rabudo.

Dentro dos grupos dos anfíbios e répteis podemos encontrar o discoglosso, o sapo-parteiro-ibérico e o tritão-de-ventre-laranja, como répteis achamos a cobra-de-pernas-pentadáctila, a cobra de colar. A vibora-cornuda, entre outros.

 

Tritão de ventre laranja

 

A criação deste parque tem como objectivos proteger ao máximo toda esta área em todos os seus aspectos incluindo também a promoção da arquitectura regional e o desenvolvimento económico e o bem-estar das populações, em harmonia com a Natureza.

 

Paisagem do Parque Natural do Vale do Guadiana

 

 

No link abaixo irá ter acesso a página(s) com informações sobre percursos pedestres realizáveis neste Parque Natural:

portal.icnb.pt/ICNPortal/vPT2007-AP-ValeGuadiana/Visitar+Area+Protegida/Sugestoes+Visita/Percursos+pedestres/ 

Contactos

 

 

Parque Natural do vale do Guadiana

 

Sede do Parque Natural

Centro Polivalente de Divulgação da Casa do Lanternim

Rua D. Sancho II, nº 15

7750 – 350 Mértola

Tel: (351) 286 610 090

Fax: (351) 286 610 099

E-mail: pnvg@icnb.pt

 

Alojamento

 

Neste Parque não existem Propriedades de alojamento próprias, apenas existindo algumas nos concelhos de Serpa e Mértola.