Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros

 

 O Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros insere-se no Maciço Calcário Estremenho, elevando-se no litoral português acima dos 400 metros. É constituído fundamentalmente por afloramentos do Jurássico Médio. Ocupa uma área de 34 000 hectares, e integra parte dos concelhos de Alcanena, Alcobaça, Ourém, Porto de Mós, Rio Maior, Santarém e Torres Novas, tendo sido criado a 4 de Maio de 1979 (Decreto-Lei 188/79). De paisagem vigorosa e agreste, possui algumas das mais interessantes formações geológicas do país.

 

 

Mapa do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros

 

 

No interior deste parque podem ver-se as maiores belezas e os mais relevantes aspectos científicos. Na verdade, o maciço calcário, resultante de movimentos orogénicos de grande amplitude, revela-nos um conjunto variado de acidentes, com numerosas falhas que deram origem a escarpas por vezes com centenas de metros de altura e grutas de muito interesse.

Este parque, devido a permeabilidade do solo, é riquíssimo em correntes subterrâneas, correntes estas que muitas vezes surgem a superfície. A erosão cársica originou uma série de formações características, tornando a área do Parque Natural na mais rica concentração de acidentes geomorfológicos de todo o pai.

Neste parque as grutas continuam a ser motivo de atracção irresistível para muitas pessoas.

 

 

 Grutas de Mira de Aire

 


 No que diz respeito a flora, o património natural é ainda completado com o valor da vegetação espontânea, de que restam vestígios, integrando alguns endermismos. Existem no parque núcleos de carvalho-português, rosmaninho e alecrim. Nas linhas de agua, apesar da degradação, ainda se encontram ulmeiros e vegetação ripícola (plantas que crescem a borda da agua).

 

 

Rosmaninho

 

 

A fauna foi severamente atingida com a ocupação humana deste território que devastou os habitats e destruiu recursos. Além de algumas rapinas e passeriformes, vale a pena destacar, por ser rara, a gralha-de-bico-vermelho que aqui nidifica. Também se devem destacar os morcegos que aqui habitam dentro das grutas

 

 

.

Gralha de Bico Vermelho

 

O povoamento destas zonas montanhosas é muito antigo, havendo indícios de ocupação humana desde o Paleolítico. Sabe-se que a região foi muito ocupada durante o domínio dos Romanos.    

 O Parque Natural tem sede em Rio Maior e procura alargar a sua implantação através de novas instalações, nomeadamente com vista a aspectos culturais e divulgação, ou de apoio directo às populações, sendo de salientar a nível turístico, a realização da "Semana da Pedra", um evento com uma panóplia enorme de actividades e diversões.

 

Paisagem do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros

No link abaixo irá ter acesso a página(s) com informações sobre percursos pedestres realizáveis neste Parque Natural:

portal.icnb.pt/ICNPortal/vPT2007-AP-SerraAiresCandeeiros/Visitar+Area+Protegida/Sugest%C3%B5es+Visita/Percursos+pedestres/

Contactos

 

Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros

 

Sede
Rua Dr. Augusto César Silva Ferreira, 2040-215 RIO MAIOR
Tel. (351) (243) 999 480/7; Fax (351) (243) 999 488
Horário: 09h00-12h30 e 14h00-17h30

 

Alojamento

 

 

Casas do Alto da Serra
 

Reservas:
E-mail: pnsacvisitas@gmail.com
Tlm: 966 599 867
 

Informações:
Telef.: 244 491 904, excepto às 2ªs feiras.

 

 

Casas de Vale de Ventos

 

Reservas:
E-mail: pnsacvisitas@gmail.com
Tlm: 966 599 867
 

Informações:
Telef.: 244 491 904, excepto às 2ªs feiras.

 

Parque de Campismo do Arrival

2480 PORTO DE MÓS

Capacidade para 50 pessoas
WC com duches de água quente
Aberto de 1 de Maio a 30 de Setembro

Reservas:
E-mail: pnsacvisitas@gmail.com
Tlm: 966 599 867
Informações:
Telef.: 244 491 904, excepto às 2ªs feiras.